De repente, um presente…

Estrada

Saímos em direção a Águas Dulces, a estrada aberta em paisagens quentes e brilhantes, no caminho passamos na entrada de Cabo Polonio, cidade que deixaremos para amanhã, para apreciar com mais tempo, mas paramos no estacionamento de onde saem os caminhões para o parque e comemos um lanche.

Cabo Polonio

Pedalamos até Águas Dulces, uma vila na beira da praia, passamos por um camping, mas pensamos em procurar algum lugar melhor pra ficar. Logo que paramos as bicis demos de cara com Mary Louise e Bruce saindo de um restaurante, trocamos abraços e poucas palavras, nós falamos em espanhol e eles em inglês, sorrimos bastante, pelo que entendemos eles estavam hospedados num lugar chamado El Gato, um hotel de alemães que hospedava muitos europeus. Acho que disseram também que o hotel estava sem vagas, mas podia-se acampar no quintal. Nos despedimos e fomos procurar um lugar pra ficar.

Perguntamos pra um e pra outro e chegamos a um hotel, uma mulher nos informou que havia uma vaga para casal e também um pequeno quarto para alugar, mas o dono do hotel não estava e já havia outra pessoa interessada no quarto. Pegamos o telefone do dono do hotel e saímos procurando um lugar para almoçar.

Entramos num barzinho estiloso, de muito bom gosto, Ana foi ligar para o hotel enquanto a comida era preparada, voltou na hora certa, chegou junto com a porção. Depois da cerveja já me sentia bem melhor. Ana foi ver o hotel e era muito caro, o quarto na rua era pequeno e caro também.

Fomos até uma imobiliária e perguntamos sobre algum lugar para domirmos, um homem nos deu duas sugestões, a primeira era em um mercadinho ali na rua, fomos até lá e uma mulher nos falou que eles tinham um apartamento para laugar, perto dali, mostrou algumas fotos e era muito bonito. Fomos até lá  e era mesmo muito bonito, um local com vários chalés, de frente o mar.

Ficamos no quarto, resolvemos nos dar um presente de viagem. Fomos até a praia, entrei um pouco na água, que estava gelada como sempre. O vento na praia estava frio e voltamos pra casa.

Fui até o mercado e comprei alguma coisa pro jantar. Cozinhamos com nosso fogão de camping, na varanda pra não deixar cheiro de comida no quarto. Tinha TV com canal a cabo, passava até o SBT (que merda). Tinha uma ducha quente, mas a água acabava muito rápido.

Quando anoiteceu nasceu uma lua imensa em cima do mar.

Foi nossa melhor hospedagem…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s