Vamos ver o mar.

Logo pela manhã tentamos resolver a pendência com a hospedagem em Ubatumirim e consegui falar com Dânia, dos Chalés Villa do Mar, que nos atendeu prontamente. Ela gostou da nossa viagem de bicicleta e resolveu nos dar uma forcinha nos concedendo ficar por lá apenas uma noite (só aluga os chalés por no mínimo duas diárias), e também nos concedeu lençóis, o que não acontece normalmente, sendo que os hóspedes é que tem de levar roupa de cama. Então fica a dica cicloturística de hospedagem: http://www.ubatumirim.com.br/ (na próxima postagem se lerá que vale à pena a estadia também para família, casal, amigos, etc.). Aproveitamos também pra ir até a lavanderia e em seguida fomos conhecer alguma praia em Ubatuba.

De posse de um mapinha da cidade, fomos até a Praia de Perequê Açú, bem perto do Centro. Tava até quentinho, mas o sol estava bastante tímido e não animou a dar um tibum, mas uma porçãozinha na beira do mar é sempre uma boa pedida.

Em seguida ainda voltamos pra um pedaço de paraíso que fica logo depois do Aquário, sentido centro: na beira mar há uma calçadão com bancos, uma linda ciclovia, vários equipamentos para as crianças brincarem, restaurantes e hotéis. A ausência de carro deixa tudo mais bonito mesmo. A rua só fica lá atrás, assim o barulho do mar fica sem concorrência.

Eu também quero morar de frente pro mar…

Um dia de bem cuidar, da saúde física e mental.

Anúncios