Calmaria

Acordamos já iniciando os preparativos pra ver o Coringão estrear no mundial. Chai foi trabalhar e Rui pôs a mesa do café da manhã com cara de banquete (e aqui um adendo importante: ainda não somos veganos, mas nosso café da manhã já o é. Fortemente influenciados por Rui e Chai, há sempre frutas, café preto em substituição ao leite, tahine e geléias em substituição à manteiga).

Iniciamos a caça internáutica ao jogo e achamos um canal que transmitia mas ficava falhando, então sintonizamos também uma rádio, que como é sabido, deixa tudo mais emocionante. O gol saiu, a luz acabou e voltou, mas enfim ficamos aliviad@s pela missão cumprida e pelo fim da ameaça do vexame, como o qual passou o inter de não haver passado da fácil primeira fase do campeonato.

No almoço, fomos até o restaurante dos navios piratas negociar nossa travessia pra Floripa. Para nossa alegria o dono do restaurante e do barco se pareceu muito solícito, dizendo inclusive que, conforme fosse, podíamos atravessar até de graça. Até entramos no grande barco que tinha como capitão, nada mais nada menos do que Jack Sparrow. O problema é que esse “conforme fosse” estava condicionado ao fato dos barcos virem com vagas lá da grande ilha (o que ocorria naquele dia, mas poderia não ocorrer no dia seguinte), ou seja, não poderíamos negociar naquele momento, só saberíamos na hora se poderíamos ou não ir…

À tarde o casal nos levou a conhecer a parte mais urbanizada da cidade. É realmente impressionante como a natureza ainda se preserva por ali, mas chega dar um frio na espinha em pensar que, com o asfalto, pode também chegar, infelizmente, a degradação ambiental do local.

DSC_0404

DSC_0409

Detalhe: talvez o pôr do sol mais bonito da viagem não foi registrado por nossa máquina fotográfica, que ficou em casa enquanto nós saímos pra mais uma caminhada à beira mar. Não tem problema… ficou registrado na retina…

Dia 21: 12/12/12 – quarta-feira

Hospedagem solidária

Acordamos cedo com a Mikaela causando…

DSC_0372

No quintal os cachorros loucos para digerir a Mika…

DSC_0366

Em frente a casa de André ainda haviam mais bichos…

DSC_0368

André nos recebeu com muita amizade em sua casa… nesse pequeno paraíso de sossego.

DSC_0374

É estranho essa coisa de hospedagem solidária, chegamos na casa de uma pessoa que nem conhecíamos, mas como essa pessoa também é um ciclista, em poucas conversas já se torna um amigo.

DSC_0379

Conversamos sobre as opções que tínhamos para seguir viagem, nossa próxima parada seria Florianópolis, mas não queríamos chegar pedalando pelo meio do trânsito caótico da cidade. André nos orientou por um trajeto mais tranquilo. Mas, ainda tínhamos outra opção, fizemos o contato com um casal em Governador Celso Ramos, nas mensagens que trocamos perguntamos se não havia uma forma de conseguirmos um barco que cruzasse de Celso Ramos para Floripa, mas pelo que eles sabiam ficava super caro. Não conseguimos fazer contato telefônico com o casal. Ficamos em dúvida se eles estariam em casa.

Nos despedimos do André que ainda pensaria em nos visitar em Florianópolis, na casa de seu amigo Eduardo, que nos receberia por lá. Mundo pequeno esse do cicloturismo.

Saímos de Tijucas sem saber o que faríamos, fomos pedalando  e decidimos que se não recebêssemos notícias até a última saída para  a cidade, iríamos direto pra Florianópolis sem passar em Celso Ramos.

Na hora da saída da estrada paramos, olhamos no celular da Aninha e tinha uma mensagem do casal dizendo que estava esperando por nós. E lá fomos nós!

DSC_0382

Pegamos uma estrada bonita que subia uma serra enorme, assim, tivemos que fazer várias subidas empurrando.

DSC_0383

Chegamos perto da casa deles, mas já era hora de almoço e achamos melhor almoçarmos em um restaurante, para não dar trabalho.

Chegamos na casa de Rui e Chai que também nos receberam como velhos amigos. Um local incrível, um terreno enorme onde eles plantavam de tudo, flores, árvores, legumes e verduras, tudo com um capricho e uma beleza impressionante.

Eles nos levaram para dar uma volta e conhecer as praias. O lugar era lindo, várias praias desertas, uma melhor que a outra.

DSC_0386

DSC_0387

Entramos no mar para um mergulho, estava perfeito…

DSC_0388

Ficamos impressionados com a beleza do lugar, principalmente porque nunca havíamos ouvido falar de Governador Celso Ramos.

DSC_0390

Voltamos para casa e ficamos conversando na gostosa varanda dos dois.

DSC_0402

Rui e Chai eram veganos, mas além disso tiveram um restaurante há um tempo atrás. Assim, para nossa sorte Chai cozinhava divinamente e nos sentimos privilegiados por estar ali.

Também conhecemos Suria…

DSC_0400

A Lua…

DSC_0430

E a Gigi…

DSC_0399

Pedimos pra ficar mais um dia… (que caras de pau! rsrs), mesmo sabendo que eles não teriam televisão pra gente ver o Corinthians estrear no mundial…

Dia 20: 11/12/12 – terça-feira

Estatísticas do pedal

*Distância: 33,51 Km

*Velocidade Média: 13,2 Km/h

*Velocidade Máxima: 50,9 Km/h

*Calorias: 401

*Tempo de pedal: 2h 31min

*Total: 573,3 Km