Um dia como Florianopolenses.

Edu e Lory sairam pra trabalhar e nós ficamos nos sentindo em casa mais uma vez. Levantamos a hora que nos cansamos de dormir, lavamos roupa, brincamos com as cachorras e preparamos o almoço. (nos deram as chaves de visitantes e nos ensinaram a fechar as janelas).

Lagoa da Conceição

Lagoa da Conceição

Saímos pra conhecer um pouquinho de Floripa, fomos até a praia de Joaquina, e subimos as dunas pra ver a galera descer morro abaixo. Fico imaginando que levam uma semana pra tirar a areia do corpo porque só de olhar já tínhamos um tanto de granzinhos por entre os dentes…

Vai um skibunda aí?

Vai um skibunda aí?

De lá seguimos pra conhecer outras praias e sinceramente eu estava um tanto desgostosa com aquelas subidas todas. Queríamos chegar na fortaleza e acabamos por descobrir que se tratava de um bairro e não de um local. Já eu percebi que o mau humor que me acometia naquele momento tratava- se de fome, então paramos em uma padaria pra repor as energias necessárias pra transpor o morro de volta pra casa…

E porque foi que não viemos de carro...

E porque foi que não viemos de carro…

Pensamos que talvez fosse bom seguir viagem já no dia seguinte, mas o Edu já tinha comprado os convites do almoço… Estávamos vendo que não íamos muito longe com nossa viagem…

Passamos no supermercado pra fazer umas compras pra janta e à noite, já com nossos anfitriões novamente, comemos uma macarronada à moda do Flávio.

Dia 23: 14/12/12 – sexta-feira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s